CÓPIA PDF PODE? ACHEI O LIVRO NO FORMATO ELETRÔNICO!

Home / Livro / CÓPIA PDF PODE? ACHEI O LIVRO NO FORMATO ELETRÔNICO!

Quero conversar com você leitor sobre as ocorrências de livros em formato PDF na grande rede e os desgastes que essa prática acomete aos autores, editores, editoras, livrarias e uma série de outros profissionais que estão direta ou indiretamente vinculados à venda de um único livro.

Estava eu iniciando mais um semestre de aula. Novos alunos. Nova turma. Após expor as regras de trabalho, procedimentos de avaliação e apresentar a bibliografia básica que seria usada no curso, que neste caso seria um livro de minha própria autoria.

É óbvio que procuro usar os livros que publico, pois se assim não o fosse, qual seria o sentido em escrevê-los, além de proporcionar um material a outras pessoas. Uso também livros de outros autores quando ministro conteúdos dos quais não tenho obras publicadas. Já fui criticado por isso. Chamaram-me de antiético por usar o meu próprio livro. Santa ignorância Batman, diria o menino prodígio.

 

dependemos desse emprego

 

Em um desses momentos de início de curso, um aluno joga essa, sem saber que eu era o autor da obra indicada: Cópia PDF pode? Achei o livro no formato eletrônico! No momento em que isso ocorreu, os colegas lhe disseram: Ei cara, você é maluco, o professor é o autor do livro. Isso fez com que eu tivesse que tomar uma postura em sala e aproveitei o momento para passar uma orientação geral, orientação que quero compartilhar com todos que me leem.

E assim eu disse:

 

uma pequena e vil atitude pode ser prejudicial

 

O autor quando escreve um livro, seja um romance ou uma obra técnica que é o meu caso, fica só. Distancia-se da família, investe tempo, noites de sono para produzir algo que venha a ser útil a vida de alguém. É uma das formas de ser útil a sociedade, ao país e a humanidade.

Depois de concluído o trabalho envia seu manuscrito para a editora que passa a dar andamento no processo de conversão do texto original em livro. O material passa pelas mãos de diversos profissionais como revisores, diagramadores, editor, gerente de produção em um processo extenso e extremamente trabalhoso. Em uma editora trabalham profissionais que dependem de seus empregos para seu sustento e de suas famílias a partir do livro escrito por um autor.

A editora ao concluir esta etapa gera os filmes das páginas e as envia para uma gráfica que ao receber dá andamento ao processo de impressão utilizando-se de diversos profissionais que operam as máquinas que imprimem e encadernam os livros. Neste processo a gráfica utiliza insumos como papel e tinta que são fornecidos por empresas especializadas. Em uma gráfica trabalham profissionais que dependem de seus empregos para seu sustento e de suas famílias a partir do livro escrito por um autor e do boneco gerado pela editora. As empresas que fornecem insumos também empregam profissionais nas mesmas condições e dependem do trabalho da gráfica.

Depois de concluída a etapa de impressão a gráfica devolve os livros para a editora. Se não tem serviço próprio de transporte usa serviço terceirizado que lança mão de motoristas e encarregados de transporte para a devolução dos livros. Em uma transportadora trabalham profissionais que dependem de seus empregos para seu sustento e de suas famílias a partir do livro escrito por um autor, do boneco gerado pela editora e da produção dos livros em uma gráfica.

De posse dos livros prontos a editora entrega o material para empresas especializadas chamadas distribuidoras que colocarão os livros nas prateleiras das livrarias e outros pontos de vendas. Em uma distribuidora trabalham profissionais que dependem de seus empregos para seu sustento e de suas famílias a partir do livro escrito por um autor, do boneco gerado pela editora, da produção dos livros em uma gráfica e da devolução dos livros pela gráfica a editora via transportadora.

As distribuidoras ao colocarem os livros nas livrarias permitem que essas empresas por meio de seus vendedores deixem o livro chegar até você aluno (e aqui entendam leitores). Em uma livraria trabalham profissionais que dependem de seus empregos para seu sustento e de suas famílias a partir do livro escrito por um autor, do boneco gerado pela editora, da produção dos livros em uma gráfica, da devolução dos livros pela gráfica a editora via transportadora e a colocação deste material nas livrarias.

Ao obter uma cópia ilegal, seja pelo meio que for você aluno, malandro, sem noção quebra essa cadeia e ferra todo o processo. Muitas vezes um dos seus parentes é o motorista da transportadora, é o profissional que opera as máquinas das gráficas, é o vendedor de uma livraria, é a pessoa que edita um livro e sabe mais lá o que. Assim, esses profissionais podem perder seus empregos e terem dificuldades com suas famílias.

E sabe de uma coisa a pessoa que menos ganha financeiramente nesse processo é o autor. Mas nós autores não trabalhamos pelo dinheiro em si. Precisamos desse pagamento e o queremos respeitado, mas o fazemos com o intento de ajudar o próximo. Agora meu caro como você se sentiria se eu lhe contratasse para realizar um trabalho e te desse o calote? É calote mesmo, sem essa de usar termo bonito, politicamente coreto, para dizer inadimplente em vez de caloteiro.

Depois desse discurso o aluno ficou encabulado, a sala ficou pensativa. Acredito que tenha tocado a mente do aluno e da sala e feito perceberem quanto uma pequena e vil atitude pode ser prejudicial.

Então meus amigos, vamos respeitar os autores, os compositores e todos os profissionais que se utilizam das inspirações para realizar um trabalho que torna sua vida melhor. Nós também dependemos desse emprego para nos sustentarmos e sustentarmos nossas famílias. Fazemos parte de uma cadeia de valores que quando a quebramos damos o tiro nos nossos próprios pés.

Agora. Cópia PDF pode? Talvez sim. Se eu como autor escrevo uma obra e eu mesmo a público assumindo todos os custos e eu quero doar meu trabalho, então isso pode. Mas se eu tenho parceiros que estão realizando o trabalho de produção, ai eu não posso se quer pensar em autorizar tal ação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.